Siga nos

(pt)

Confidencial

Anunciado no site Net-Empregos - Empresa: BE.GREAT Consulting Lda.Categoria: Comercial / VendasZona: LisboaData: 17-5-2019Descrição: O nosso cliente é uma empresa de referência na área da Distribuição de Material e Reagentes de Laboratório. Pretende reforçar a sua equipa e recrutar um Técnico de Contratos Públicos para Loures. A reportar à Direção Comercial, terá como princip...

Vagas de Técnico de Concursos Públicos - Loures (m/f)


Lisboa, Lisboa (pt)

Laboratório Nacional de Engenharia Civil, I.P.

Anunciado no site Trabajando.com.br - 1 - Concursos para recrutamento de investigadores auxiliares ? Nos termos do disposto no n.º 5 1 - Concursos para recrutamento de investigadores auxiliares ? Nos termos do disposto no n.º 5 do artigo 140.º do Decreto-Lei n.º 33/2018, de 15 de maio, e da publicação da deliberação (extrato) n.º 282/2019 no Diário da República, II Série, n.º 52, de 2019-03-14, de nomeação e com a composição dos respetivos júris, torna-se público que por deliberação do Conselho Diretivo do LNEC, I.P., de 2018-11-30, foi autorizada a abertura, pelo prazo de 30 dias úteis, de cinco concursos externos, de seleção internacional, para recrutamento de cinco investigadores auxiliares, em regime de contrato de trabalho em funções públicas por tempo determinado, do mapa de pessoal deste Laboratório Nacional, pelo período de um ano, eventualmente renovável até ao limite de 3 anos, visando o preenchimento de um posto de trabalho em cada concurso nas seguintes áreas científicas: ? Estradas, Caminhos de Ferro e Aeródromos (1 posto de trabalho); ? Estruturas (1 posto de trabalho); ? Mecânica dos Solos (1 posto de trabalho) ? Hidráulica Marítima (1 posto de trabalho) ? Engenharia de Recursos Hídricos e Obras Hidráulicas (1 posto de trabalho) As áreas científicas referidas correspondem às áreas científicas dos bolseiros de pós-doutoramento do LNEC abrangidos pelo n.º 1 do artigo 23.º do Decreto-Lei n.º 57/2016, de 29 de agosto, com a alteração introduzida pela Lei n.º 57/2017, de 19 de julho. Para efeitos do estabelecido no n.º 1 do artigo 4.º da Portaria n.º 83-A/2009, declara-se não estarem constituídas reservas de recrutamento neste organismo, tendo sido dado cumprimento ao artigo 34.º do Regime da valorização profissional dos trabalhadores com vínculo de emprego público, aprovado pela Lei n.º 25/2017, de 30 de maio. A Direção-Geral da Qualificação dos Trabalhadores em Funções Públicas (INA), entidade gestora do sistema de valorização profissional, informou não haver investigadores auxiliares com o perfil pretendido. 2 - Naturezas dos concursos ? Os concursos consistem na apreciação do curriculum vitae e da obra científica dos candidatos. 3 - Legislação aplicável ? Os presentes concursos regem-se pelas disposições do Decreto-Lei n.º 124/99, de 20 de abril, Lei Geral do Trabalho em Funções Públicas (LTFP), aprovada pela Lei n.º 35/2014, de 20 de junho, na sua atual redação, e subsidiariamente pela Portaria n.º 83-A/2009, de 22 de janeiro, alterada pela Portaria n.º 145-A/2011, de 6 de abril, na parte que lhe é aplicável. 4 - Conteúdo funcional ? Cabe ao investigador auxiliar executar, com caráter de regularidade, atividades de investigação e desenvolvimento e todas as outras atividades científicas e técnicas enquadradas nas missões deste Laboratório Nacional, incluindo: a) Participar na conceção, desenvolvimento e execução de projetos de investigação e desenvolvimento e em atividades científicas e técnicas conexas; b) Orientar os trabalhos desenvolvidos no âmbito dos projetos a seu cargo; c) Colaborar no desenvolvimento de ações de formação e capacitação no âmbito da metodologia da investigação e desenvolvimento; d) Acompanhar os trabalhos de investigação desenvolvidos pelos bolseiros e demais formandos acolhidos no LNEC, e participar na sua formação; e) Orientar e participar em programas de formação da instituição; f) Orientar teses de estudantes do ensino superior, designadamente de licenciatura, de pós-graduação, de mestrado e de doutoramento; g) Disseminar e publicar os resultados não confidenciais da atividade científica e técnica desenvolvida; h) Exercer as funções para que haja sido eleito ou designado e participar nas sessões dos órgãos colegiais do LNEC. 5 - Local de trabalho ? Avenida do Brasil, n.º 101, 1700-066 Lisboa. Para cada um dos concursos referidos em 1, as atividades de investigação serão exercidas, respetivamente, no: ? Departamento de Transportes, Núcleo de Infraestruturas de Transportes; ? Departamento de Estruturas, Núcleo de Comportamento de Estruturas; ? Departamento de Geotecnia, Núcleo de Geotecnia de Obras Hidráulicas; ? Departamento de Hidráulica e Ambiente, Núcleo de Portos e Estruturas Marítimas; ? Departamento de Hidráulica e Ambiente, Núcleo de Recursos Hídricos e Estruturas Hidráulicas, sem prejuízo de poderem ser exercidas também noutras unidades orgânicas e de deslocações temporárias no país ou estrangeiro durante a vigência do contrato. 6 - Remuneração-base, condições de trabalho e regalias sociais 6.1 - A remuneração-base, se os candidatos não tiverem direito a outra superior, é a correspondente a ? 3 191,82 ou ? 2 127,88, conforme as funções sejam exercidas em regime de dedicação exclusiva ou de tempo integral. 6.2 - As condições de trabalho e as regalias sociais são as genericamente vigentes para os trabalhadores da Administração Pública, em regime de contrato de trabalho em funções públicas por tempo determinado, pelo período de um ano, eventualmente renovável até ao limite de 3 anos. 7 - Requisitos de admissão 7.1 - Requisitos gerais (artigo 17.º da LTFP): a) Nacionalidade portuguesa quando não dispensada pela Constituição, convenção internacional ou lei especial; b) 18 anos de idade completos; c) Não inibição do exercício de funções públicas ou não interdição para o exercício daquelas que se propõe desempenhar; d) Robustez física e perfil psíquico indispensáveis ao exercício das funções; e) Cumprimento das leis de vacinação obrigatória. 7.2 - Requisitos especiais - Nos termos do disposto no artigo 10.º, n.º 1, do Decreto-Lei n.º 124/99, e da alínea h) do n.º 3 do artigo 19.º da Portaria 83-A/2009, a estes concursos podem candidatar-se: 7.2.1 - Os indivíduos que possuam o grau de doutor em engenharia civil ou em área científica considerada pelo Conselho Científico como afim daquelas para que são abertos os concursos ou, ainda, os que, embora doutorados em outra área, possuam currículo científico relevante na área a que se candidatem; 7.2.2 - Os investigadores auxiliares de outra instituição, das áreas científicas dos concursos ou de área científica considerada pelo Conselho Científico como afim daquelas para que são abertos os concursos ou, ainda, os que, embora de área diversa, possuam currículo científico relevante na área a que se candidatem. 8 - Formalização das candidaturas 8.1 - A formalização das candidaturas é efetuada através do formulário de candidatura aprovado pelo Despacho n.º 11321/2009, de 29 de abril, publicado no Diário da República, 2.ª série, n.º 89, de 8 de maio de 2009, disponível no site do LNEC, área de Recrutamento, devidamente preenchido, com indicação inequívoca da referência ao concurso/área científica a que se candidata, acompanhado dos seguintes documentos: 8.1.1 - Curriculum vitae; 8.1.2 - Fotocópia de documentos comprovativos das habilitações académicas e profissionais. Os candidatos que tenham obtido o grau de doutor em universidades estrangeiras deverão apresentar documento comprovativo do reconhecimento desse grau aos concedidos pelas universidades portuguesas nos termos do Decreto-Lei n.º 66/2018, de 16 de agosto, e da Portaria nº 33/2019, de 25 de janeiro. 8.1.3 - Exemplares ou cópias de todas as publicações de que o candidato é autor ou co-autor, referidas no curriculum vitae, em formato digital (ficheiros pdf); nos casos em que a apresentação não seja possível por esta via, deverão os mesmos exemplares ser entregues em papel; 8.2 - Os candidatos pertencentes ao mapa de pessoal do LNEC ficam dispensados da apresentação dos documentos que alegarem constar e que constem do seu processo individual; 8.3. As candidaturas podem ser remetidas através de correio registado, com aviso de receção, com a indicação exterior ?Concurso para recrutamento de investigador auxiliar na área científica de Estradas, Caminhos de Ferro e Aeródromos ou Estruturas ou Mecânica dos Solos ou Hidráulica Marítima ou Engenharia de Recursos Hídricos e Obras Hidráulicas?, conforme o concurso a que se candidate, para o endereço do LNEC, I.P., Avenida do Brasil, n.º 101, 1700-066 Lisboa, relevando como data de entrega a data do respetivo registo. Poderão também ser entregues pessoalmente no Setor de Arquivo e Expediente Geral do LNEC, no mesmo endereço, no período compreendido entre as 9:00 e as 12:30 e entre as 14:00 e as 17:30. Poderão igualmente ser aceites candidaturas enviadas pelo correio eletrónico até ao termo do prazo, para o seguinte endereço recrutamentoarrobalnec.pt. 9 - Admissões de candidaturas ? Os candidatos devem declarar a área científica em que estão integrados. Nos termos da alínea j) do n.º 2 do artigo 24.° do Decreto-Lei n.º 124/99, relativamente aos candidatos que sejam detentores de habilitação em área científica diversa das constantes do presente aviso, as candidaturas são admitidas se os candidatos apresentarem no ato de candidatura documento comprovativo de que requereram ao Conselho Científico deste Laboratório Nacional que lhes seja considerada, para efeitos de concurso, a habilitação detida como habilitação em área científica afim da área científica de Estradas, Caminhos de Ferro e Aeródromos, ou da de Estruturas ou da de Mecânica dos Solos, ou da de Hidráulica Marítima , ou da de Engenharia de Recursos Hídricos e Obras Hidráulicas, ou o tempo de serviço prestado em determinada área científica como tendo sido prestado em área científica afim da área científica de Estradas, Caminhos de Ferro e Aeródromos, ou da de Estruturas, ou da de Mecânica dos Solos, ou da de Hidráulica Marítima, ou da de Engenharia de Recursos Hídricos e Obras Hidráulicas, consoante o concurso a que se candidate. 10 - Faculdade do júri - Assiste ao júri a faculdade de requerer ao órgão ou serviço onde o candidato tenha exercido ou exerça funções, ou ao próprio candidato, se for o caso, as informações profissionais e ou habilitacionais que considere relevantes para apreciação das candidaturas a estes concursos. 11 ? Métodos de seleção e escala de classificação ? Os concursos consistem na apreciação do curriculum vitae e da obra científica dos candidatos, a classificar na escala de 0 a 20 valores. 12 ? Entrevista ? A apreciação mencionada no número anterior poderá ser complementada por entrevista, que não constitui método de seleção e não é classificada, visando a obtenção de esclarecimentos ou a explicitação de elementos constantes dos currículos dos candidatos. 13 - Critérios de apreciação e ponderação ? Os critérios de apreciação e ponderação a utilizar nos concursos, bem como o sistema de classificação final, incluindo a respetiva fórmula classificativa, constam de ata de reunião dos júris dos concursos, sendo a mesma facultada aos candidatos sempre que solicitada. 14 - Publicitação das listas ? As listas de candidatos admitidos e excluídos e o resultado final dos concursos, após homologação, são objeto de notificação aos candidatos e afixação em local visível e público das instalações do LNEC e de disponibilização na sua página eletrónica, área de Recrutamento. 15 - Júris ? De acordo com a deliberação (extrato) referida no n.º 1 deste aviso, os júris dos concursos terão as seguintes composições: Na área científica de Estradas, Caminhos de Ferro e Aeródromos: Presidente: Investigador coordenador Carlos Alberto de Brito Pina, Presidente do Conselho Diretivo do Laboratório Nacional de Engenharia Civil; Vogais: Professor catedrático Luís Guilherme de Picado Santos, Instituto Superior Técnico da Universidade de Lisboa; Professor catedrático Rui Artur Bártolo Calçada, Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto; Investigador coordenador, António Carlos Faria Lemonde de Macedo, Laboratório Nacional de Engenharia Civil; Investigador principal com habilitação Eduardo Manuel Cabrita Fortunato, Laboratório Nacional de Engenharia Civil. Na área científica de Estruturas: Presidente: Investigador coordenador Carlos Alberto de Brito Pina, Presidente do Conselho Diretivo do Laboratório Nacional de Engenharia Civil; Vogais: Professor catedrático Fernando António Baptista Branco, Instituto Superior Técnico da Universidade de Lisboa; Professor associado Válter José da Guia Lúcio, Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade Nova de Lisboa; Investigador coordenador José Manuel Rosado Catarino, Laboratório Nacional de Engenharia Civil; Investigadora principal Helena Maria Pires Cruz, Laboratório Nacional de Engenharia Civil. Na área científica de Mecânica dos Solos: Presidente: Investigador coordenador Carlos Alberto de Brito Pina, Presidente do Conselho Diretivo do Laboratório Nacional de Engenharia Civil; Vogais: Professor associado António Joaquim Pereira Viana da Fonseca, Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto; Professor associado Paulo José da Venda Oliveira, Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade de Coimbra; Investigadora coordenadora Laura Maria Mello Saraiva Caldeira, Laboratório Nacional de Engenharia Civil; Investigador principal João Paulo Bilé Serra, Laboratório Nacional de Engenharia Civil. Na área científica de Hidráulica Marítima: Presidente: Investigador coordenador Carlos Alberto de Brito Pina, Presidente do Conselho Diretivo do Laboratório Nacional de Engenharia Civil; Vogais: Professor catedrático Francisco de Almeida Taveira Pinto, Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto; Professor associado José Leonel Monteiro Fernandes, Instituto Superior Técnico da Universidade de Lisboa; Investigadora principal com habilitação Maria Helena Veríssimo Colaço Alegre, Laboratório Nacional de Engenharia Civil; Investigadora principal Conceição Juana Espinosa Morais Fortes, Laboratório Nacional de Engenharia Civil. Na área científica de Engenharia de Recursos Hídricos e Obras Hidráulicas: Presidente: Investigador coordenador Carlos Alberto de Brito Pina, Presidente do Conselho Diretivo do Laboratório Nacional de Engenharia Civil; Vogais: Professor catedrático António Heleno Cardoso, Instituto Superior Técnico da Universidade de Lisboa; Professor catedrático João Bento Leal, Universidade de Agder, Noruega; Investigadora coordenadora Maria Alzira Barata Antunes Santos, Laboratório Nacional de Engenharia Civil; Investigadora principal com habilitação Maria Helena Veríssimo Colaço Alegre, Laboratório Nacional de Engenharia Civil. 16 - Política de igualdade de oportunidades ? Em cumprimento da alínea h) do art.º 9. ° da Constituição, a Administração Pública, enquanto entidade empregadora, promove ativamente uma política de igualdade de oportunidades entre homens e mulheres no acesso ao emprego e na progressão profissional, providenciando escrupulosamente no sentido de evitar toda e qualquer forma de discriminação. 17 - Candidatos com deficiência 17.1 - No âmbito destes concursos/áreas científicas será preenchido um posto de trabalho em cada um, aplicando se aos candidatos portadores de deficiência, abrangidos pelo Decreto-Lei n.º 29/2001, de 3 de fevereiro, o disposto no artigo 3. °, n.º 3, deste diploma. 17.2 - Os candidatos a que se refere o número anterior devem declarar, em documento anexo ao formulário de candidatura, sob compromisso de honra, o respetivo grau de incapacidade e tipo de deficiência, bem como mencionar no mesmo requerimento todos os elementos necessários ao cumprimento do disposto no artigo 7. ° do citado Decreto-Lei n.º 29/2001. 18 - Elaboração do presente aviso ? O presente aviso foi elaborado pelos respetivos júris dos concursos de acordo com o disposto no artigo 24.°, n.º 1, do Decreto-Lei n.º 124/99, conforme estabelece este preceito legal, e é enviado para publicação no Diário da República e em dois jornais diários de circulação nacional, sendo igualmente publicitado na Bolsa de Emprego Público, no 1.º dia útil seguinte à presente publicação no Diário da República, na página eletrónica do LNEC e no portal ERAcareers em língua inglesa.

Vagas de Concursos externos, de seleção internacional, para recrutamento de cinco investigadores auxiliares do mapa de pessoal do LNEC


(pt)

Confidencial

Anunciado no site Net-Empregos - a pagar (account payable); - Gestão administrativa de concurso públicos; - Gestão de higiene e segurança Empresa: Adecco - Recursos HumanosCategoria: Contabilidade / FinançasZona: LisboaData: 9-5-2019Descrição: Descrição/Funções:- Gestão do escritório; - Gestão de cobranças (collections); - Gestão de contas a pagar (account payable); - Gestão administrativa de concurso públicos; - Gestão de higiene e segurança; - Contactos administrativo...

Vagas de Office Manager - Lisboa (M/F) [238-000152-1]


Lisboa, Lisboa (pt)

Nova School of Business and Economics

Anunciado no site Trabajando.com.br - (A) AO ABRIGO DO DECRETO-LEI Nº 57/2016, DE 29 DE AGOSTO 1. Identificação do concurso: O presente concurso ABERTURA DE PROCEDIMENTO CONCURSAL DE SELEÇÃO INTERNACIONAL PARA A CONTRATAÇÃO DE DOUTORADO(A) AO ABRIGO DO DECRETO-LEI Nº 57/2016, DE 29 DE AGOSTO 1. Identificação do concurso: O presente concurso, para um lugar de doutorado para o exercício de atividades de investigação científica, na área científica de Economia, em regime de contrato de trabalho a termo incerto ao abrigo do Código do Trabalho, é suscitado ao abrigo do Decreto-Lei nº 57/2016, de 29 de Agosto, alterado pela Lei n.º 57/2017, de 19 de Agosto, para o Projeto ?Intervenções do Fundo Monetário Internacional em Portugal? (?International Monetary Fund Interventions in Portugal?) com a referência HAR/HIS/28187/2017). 2. A decisão de abertura deste concurso foi tomada em reunião da Comissão Coordenadora do Conselho Científico da Faculdade de Economia ? Nova School of Business and Economics. 3. Não admissão por falta de mérito absoluto Não serão admitidos a ocupar o lugar a concurso por falta de mérito absoluto candidatos que, numa escala de valoração entre 0 e 100 dos respetivos critérios de seriação, não obtenham 50. 4. Legislação aplicável Decreto nº 57/2016, de 29 de agosto, que aprova o regime de contratação de doutorados destinado a estimular o emprego científico e tecnológico em todas as áreas do conhecimento (RJEC). Lei nº 57/2017, de 19 de julho, que procede à primeira alteração ao Decreto-Lei nº 57/2016. Código do Trabalho, aprovado pela Lei nº 7/2009, de 12 de fevereiro, na sua redação atual. 5. Nos termos do art. 16º do D.L. nº 57/2016, o presente procedimento concursal está dispensado da autorização dos membros do Governo responsáveis pelas áreas das Finanças e da Administração Pública, designadamente a referida no nº 3 do artigo 7º da LTFP; da obtenção do parecer prévio favorável dos membros do Governo responsáveis pelas áreas das Finanças e da Administração Pública, referido no nº 5 do artigo 30º da LTFP e do procedimento de recrutamento de trabalhadores em situação de requalificação, referido no artigo 265º da LTFP. 6. Em conformidade com o artigo 13º do RJEC, o júri do concurso tem a seguinte composição: ? Professor Doutor Paulo Manuel Marques Rodrigues, que preside ? Professor Doutor José Álvaro Ferreira da Silva ? Professor Doutor Luciano Amaral ? Professor Doutor Paulo Meneses Brasil de Brito 7. O local de trabalho situa-se nas instalações da Faculdade de Economia/ School of Business and Economics, sem prejuízo das deslocações inerentes ao exercício das funções. 8. A remuneração mensal a auferir é a prevista no nº 1 do artigo 15º da Lei 57/2017, de 19 de julho, correspondendo ao nível 33 da Tabela Remuneratória Única, aprovada pela Portaria nº 1553-C/2008, de 31 de dezembro, sendo de ?2.128,34 (dois mil cento e vinte e oito euros e trinta e quatro cêntimos). 9. Ao concurso podem ser opositores(as) candidatos(as) nacionais, estrangeiros(as) e apátridas que sejam titulares do grau de Doutor em Economia e detentores(as) de um currículo científico e profissional que revele um perfil adequado à atividade a desenvolver. Caso o doutoramento tenha sido conferido por instituição de ensino superior estrangeira, o mesmo tem de obedecer ao disposto no Decreto-Lei nº 341/2007, de 12 de outubro, devendo quaisquer formalidades aí estabelecidas estar cumpridas até à data de início do contrato do candidato selecionado. 10. São requisitos especiais de admissão a concurso os definidos no ponto anterior. 11. Nos termos do artigo 5º do RJEC a seleção realiza-se através da avaliação do percurso científico e curricular dos candidatos. 12. A avaliação do percurso científico e curricular incide sobre a relevância, qualidade e atualidade: a) Da produção científica dos últimos cinco anos considerada mais relevante pelo candidato; b) Das atividades de investigação aplicada, ou baseada na prática, desenvolvidas nos últimos cinco anos e consideradas de maior impacto pelo candidato; c) Das atividades de extensão e de disseminação do conhecimento desenvolvidas nos últimos cinco anos, designadamente no contexto da promoção da cultura e das práticas científicas, consideradas de maior relevância pelo candidato; 13. O período de cinco anos a que se refere o número anterior pode ser aumentado pelo júri, a pedido do candidato, quando fundamentado em suspensão da atividade científica por razões socialmente protegidas, nomeadamente por motivos de licença de parentalidade, doença grave prolongada, e outras situações de indisponibilidade para o trabalho legalmente tuteladas. 14. São critérios de avaliação: a) Na vertente de produção científica, a publicação na área de Macroeconomia com uma forte componente computacional e quantitativa, em revistas científicas de qualidade com revisão por pares; b) Na vertente de investigação aplicada, a participação em projetos de investigação na área da Macroeconomia com uma forte componente computacional e quantitativa; c) Na vertente computacional, conhecimento avançado de linguagens de programação (exemplos: Python, Stata, R, MATLAB); d) Na vertente de trabalho em projeto, a avaliação de competências efetuada durante uma entrevista do júri com o(a) candidato(a). 15. O sistema de classificação final dos candidatos é expresso numa escala de 0 a 100, de acordo com a seguinte tabela de avaliação: Critério Ponderação do critério Pontuação no critério Produção científica na área de Macroeconomia com forte componente computacional e quantitativa 25 ? Publicação em revistas científicas classificadas na lista ABS com nível 4 ou superior ? 100 ? Publicação em revistas científicas classificadas na lista ABS com nível 3 ? 90 ? Publicação em revistas científicas classificadas na lista ABS com nível 2 -40 ? Outras publicações em revistas científicas com revisão por pares ? 10 ? Inexistência de publicações em revistas científicas com revisão por pares ? 0 Investigação aplicada ?participação em projetos de investigação na área de Macroeconomia com forte componente computacional e quantitativa 10 ? Participação em projetos de investigação aplicada na área da Macroeconomia com forte componente computacional e quantitativa ? 100 ? Participação em projetos de investigação aplicada na área da Macroeconomia com apenas com forte componente quantitativa ? 50 ? Não participação em projetos de investigação aplicada nas áreas acima - 0 Critério Ponderação do critério Pontuação no critério Computação 15 ? Conhecimento das seguintes quatro linguagens de programação: Python, Stata, R, MATLAB ? 100 ? Conhecimento de apenas algumas das seguintes quatro linguagens de programação: Python, Stata, R, MATLAB ? 50 ? Ausência de conhecimento das quatro seguintes linguagens de programação: Python, Stata, R, MATLAB ? 0 Atitude e competências para trabalho em projeto 50 ? Demonstração da sensibilidade necessária para a boa execução do projeto, aliada ao conhecimento necessário da matéria, avaliada no decorrer de uma entrevista com o juri. A pontuação será dada numa escala de 0 ? Atitude e Competências Inadequadas a 100 ? Atitude e Competências Excelentes. 16. A pessoa escolhida desempenhará, pelo menos, as tarefas a seguir elencadas: a) Construção de uma base de dados com séries macroeconómicas b) Estudos estatísticos das séries c) Assistência na construção de uma modelo macroeconómico DSGE d) Codificação modelo para calibração/estimação e simulação em Python ou MATLAB e) Participação nas atividades relacionadas com os objetivos do projeto, nomeadamente as relacionadas com a recolha e síntese de bibliografia, e atividades de dessiminação f) Eventual participação como co-autor em documentos resultantes do projeto 17. O júri delibera através de votação nominal fundamentada de acordo com os critérios de seleção adotados e divulgados, não sendo permitidas abstenções. 18. Das reuniões do júri são lavradas atas que contêm um resumo do que nelas houver ocorrido, bem como os votos emitidos por cada um dos membros e respetiva fundamentação, sendo facultadas aos candidatos sempre que solicitadas. 19. Após conclusão da aplicação dos critérios de seleção, o júri procede à elaboração da lista ordenada dos candidatos com a respetiva classificação. 20. A deliberação final do júri é homologada pelo dirigente máximo da instituição a quem compete também decidir da contratação. 21. Formalização das candidaturas: 21.1. As candidaturas são formalizadas mediante requerimento, disponibilizado no endereço eletrónico da Faculdade de Economia/ School of Business and Economics dirigido ao Diretor, onde conste a identificação deste aviso, nome completo, filiação, número e data do bilhete de identidade, do cartão do Cidadão, ou número de identificação civil, número de identificação fiscal, data e local de nascimento, estado civil, profissão, residência e endereço de contacto, incluindo endereço eletrónico e contacto telefónico. 21.2. A candidatura é acompanhada dos comprovativos das condições previstas nos pontos 9 e 12 para admissão a este concurso, nomeadamente: a) Cópia de certificado ou diploma; b) Tese de Doutoramento; c) Curriculum Vitae detalhado, e estruturado de acordo com os itens do ponto 14; d) Outros documentos relevantes. 22. Os candidatos apresentam os seus requerimentos e documentos comprovativos, de preferência em suporte digital, em formato PDF, para o endereço de correio eletrónico researchposition presencialmente no serviço de apoio aos docentes da Faculdade de Economia / School of Business and Economics, Campus de Carcavelos, Rua da Holanda, nº1, 2775-405 Carcavelos, durante o horário de expediente, ou por via postal para a mesma morada. Quando remetidos por via postal, o correio tem de ser registado, com aviso de receção, expedido até ao último dia do prazo de abertura do concurso, o qual se fixa em 6 dias úteis após a publicação deste aviso no Diário da República, 2ª série, , ou seja, até 19 de março de 2019. 23. São excluídos de admissão ao concurso os candidatos que formalizem incorretamente a sua candidatura ou que não comprovem os requisitos exigidos no presente concurso. Assiste ao júri a faculdade de exigir a qualquer candidato, em caso de dúvida, a apresentação de documentos comprovativos das suas declarações. 24. As falsas declarações prestadas pelos candidatos serão punidas nos termos da lei. 25. A lista de candidatos admitidos e excluídos bem como a lista de classificação final são afixadas nas instalações sitas no Campus de Carcavelos, Rua da Holanda, nº 1, 2775-405 Carcavelos, publicitadas nas páginas eletrónicas da Universidade Nova de Lisboa e da Faculdade de Economia/ School of Business and Economics, sendo os candidatos notificados por e-mail com recibo de entrega da notificação. 26. Audiência prévia e prazo para a Decisão Final: Nos termos do artigo 121º do Código do Procedimento Administrativo, após notificados, os candidatos têm 10 dias úteis para se pronunciar. No prazo máximo de 10 dias contados a partir da data limite para a apresentação das pronúncias são proferidas as decisões finais do júri. 27. O presente concurso destina-se, exclusivamente, ao preenchimento da vaga indicada, podendo ser feito cessar até à homologação da lista de ordenação final dos candidatos e caducando com a respetiva ocupação do posto de trabalho em oferta. 28. Política de não discriminação e de igualdade de acesso: A Universidade Nova de Lisboa promove ativamente uma política de não discriminação e de igualdade de acesso, pelo que nenhum(a) candidato(a) pode ser privilegiado(a), prejudicado(a) ou privado(a) de qualquer direito ou isento(a) de qualquer dever em razão, nomeadamente, de ascendência, idade, sexo, orientação sexual, estado civil, situação familiar, situação económica, instrução, origem ou condição social, património genético, capacidade de trabalho reduzida, deficiência, doença crónica, nacionalidade, origem étnica ou raça, território de origem, língua, religião, convicções políticas ou ideológicas e filiação sindical. 29. Nos termos do D.L. nº 29/2001, de 3 de fevereiro, o candidato com deficiência tem preferência em igualdade de classificação, a qual prevalece sobre qualquer outra preferência legal. Os candidatos devem declarar no formulário de candidatura, sob compromisso de honra, o respetivo grau de incapacidade, o tipo de deficiência e os meios de comunicação/expressão a utilizar no processo de seleção, nos termos do diploma supramencionado.

Vagas de Investigador Doutorado


Lisboa, Lisboa (pt)

Laboratório Nacional de Engenharia Civil, I.P.

Anunciado no site Trabajando.com.br - , encontra-se aberto concurso para atribuição de uma bolsa LNEC de Iniciação à Investigação na área AVISO BOLSAS LNEC DE INVESTIGAÇÃO CIENTÍFICA ? Bolsa de Iniciação à Investigação na área científica de Sistemas de Informação ? Nos termos de Regulamento das Bolsas LNEC de Investigação Científica, publicado no Diário da República nº 58, 2ª Série, de 9 de Março de 2004 (Aviso nº 3089/2004), e tendo em conta a aplicação do Estatuto do Bolseiro de Investigação Científica, aprovado pela Lei nº 40/2004, de 18 de agosto, alterado e republicado em anexo ao Decreto Lei nº 202/2012, de 27 de agosto, e com as alterações introduzidas pela Lei nº 12/2013, de 29 de janeiro, e pelo Decreto-Lei nº 89/2013, de 9 de julho, encontra-se aberto concurso para atribuição de uma bolsa LNEC de Iniciação à Investigação na área científica de Sistemas de Informação, nas seguintes condições: 1. Tipo de bolsa A bolsa a conceder será uma bolsa de Iniciação à Investigação, conforme referido no artigo 9º do Regulamento das Bolsas LNEC de Investigação Científica. 2. Duração A bolsa terá a duração de 1 ano. 3. Regime de atividade O trabalho decorrerá em regime de dedicação exclusiva, conforme estabelecido no Estatuto do Bolseiro de Investigação, aprovado pela Lei nº 40/2004, de 18 de agosto, alterado e republicado em anexo ao Decreto lei nº 202/2012, de 27 de agosto, e com as alterações introduzidas pela Lei nº 12/2013, de 29 de janeiro, e pelo Decreto-Lei nº 89/2013, de 9 de julho, e no artigo 31º do Regulamento das Bolsas LNEC de Investigação Científica. 4. Objeto de atividade O bolseiro participará em atividades do tipo referido no n.º 1 do artigo 9º do citado regulamento, no âmbito das áreas científicas a que se destina a bolsa. O bolseiro irá participar em diversos projetos em curso no LNEC e, em particular, no projeto SINERGEA - Sistema inteligente para apoio ao uso eficiente de recursos e à gestão de emergências de inundação e de contaminação balnear em cidades costeiras, através do Aviso 03/SI/2017- SI&DT Empresarial (Copromoção) do Programa Interface. 5. Local de trabalho As atividades inseridas no âmbito da bolsa serão realizadas nas instalações do LNEC, na Av. do Brasil, em Lisboa, sem prejuízo de eventuais deslocações temporárias no país ou no estrangeiro. 6. Perfil dos candidatos Poderão candidatar-se mestres em Engenharia Informática, Informática, Ciências da Computação ou em áreas científicas afins com classificação não inferior a 14 valores. 7. Orientação científica A orientação das atividades será assegurada por um Investigador do LNEC. 8. Subsídio mensal de manutenção A bolsa compreende um subsídio mensal de manutenção no montante de ? 1.260,00 e um subsídio diário de alimentação no montante de ? 4,77. O bolseiro beneficia ainda de um regime próprio de segurança social e de um seguro contra acidentes pessoais nas atividades desenvolvidas. 9. Métodos e critérios de seleção De acordo com o regulamento das Bolsas LNEC de Investigação Científica, os métodos de seleção basear-se-ão na avaliação curricular e na entrevista de seleção; os critérios de seleção serão o mérito científico e a motivação demonstrados no decurso da aplicação dos métodos de seleção. O júri poderá não atribuir a bolsa se a qualidade dos candidatos for inferior à requerida. 10. Composição do júri de seleção O júri de seleção será constituído pelos seguintes elementos: Presidente: Carlos Alberto de Brito Pina, investigador coordenador. Vogais: Maria do Rosário da Silva veiga, investigadora principal com habilitação. Teresa Barbosa Eira Leitão de Lobo Ferreira, investigadora principal com habilitação. 11. Documentos de candidatura - Carta de motivação (máximo: uma página A4). - Certificados comprovativos da habilitação académica requerida neste concurso, com indicação da classificação obtida em cada ciclo de formação e da classificação obtida na dissertação de mestrado. Devem sempre ser apresentados os certificados das habilitações académicas exigidas neste concurso (ou sua fotocópia), mesmo se os candidatos possuírem habilitações superiores. - Curriculum Vitae detalhado. - Formulário de candidatura (obtido online - área de Recrutamento) ou solicitado ao LNEC (DSRHL/DIGP) no horário de expediente: 9:00 ? 12:30, 14:00 ? 17:30h). - Documentos adicionais (com caráter facultativo), tais como cartas de referência e documentos comprovativos de estágios ou cursos complementares realizados, considerados relevantes para as atividades previstas na bolsa. 12. Receção das candidaturas O período de candidaturas decorrerá entre 17 de maio a 14 de junho de 2019. 13. Formalização de candidaturas As candidaturas deverão obrigatoriamente ser entregues em envelope fechado, devidamente identificado como ?Concurso para atribuição de uma bolsa LNEC de Iniciação à Investigação na área científica de Sistemas de Informação?, diretamente no Laboratório Nacional de Engenharia Civil, no Setor de Arquivo e Expediente Geral, sito na Avenida do Brasil, 101, 1700-066 Lisboa, ou enviadas por correio registado para o mesmo endereço postal, nas mesmas condições, devendo neste caso ser expedidas até ao termo do prazo fixado nos termos deste aviso contando para efeitos do cumprimento do prazo a data do carimbo dos CTT. Podem ainda ser enviadas por correio eletrónico até ao prazo limite para recrutamentoarrobalnec.pt. 14. Notificação dos resultados Os resultados finais de cada fase de avaliação serão publicitados, através de lista ordenada por nota final obtida, sendo todos os candidatos notificados por via eletrónica. Os mesmos resultados serão ainda divulgados na página eletrónica do LNEC / área de Recrutamento. 15. Informações Qualquer informação complementar poderá ser solicitada através do telefone 218 443 892 ou 218 443 216 ou por correio eletrónico para o endereço referido em 13. Candidatos não residentes em Portugal poderão também encontrar informações úteis no portal ERAcareers.

Vagas de Bolsa LNEC de Iniciação à Investigação na área científica de Sistemas de Informação


Lisboa, Lisboa (pt)

Laboratório Nacional de Engenharia Civil, I.P.

Anunciado no site Trabajando.com.br - , encontra-se aberto concurso para atribuição de uma bolsa LNEC de Iniciação à Investigação na área AVISO BOLSAS LNEC DE INVESTIGAÇÃO CIENTÍFICA ? Bolsa de Iniciação à Investigação na área científica de Sistemas de Informação ? Nos termos de Regulamento das Bolsas LNEC de Investigação Científica, publicado no Diário da República nº 58, II Série, de 9 de Março de 2004 (Aviso nº 3089/2004), e tendo em conta a aplicação do Estatuto do Bolseiro de Investigação Científica, aprovado pela Lei nº 40/2004, de 18 de agosto, alterado e republicado em anexo ao Decreto Lei nº 202/2012, de 27 de agosto, e com as alterações introduzidas pela Lei nº 12/2013, de 29 de janeiro, e pelo Decreto-Lei nº 89/2013, de 9 de julho, encontra-se aberto concurso para atribuição de uma bolsa LNEC de Iniciação à Investigação na área científica de Sistemas de Informação, nas seguintes condições: 1. Tipo de bolsa A bolsa a conceder será uma bolsa de Iniciação à Investigação, conforme referido no artigo 9º do Regulamento das Bolsas LNEC de Investigação Científica. 2. Duração A bolsa terá a duração de 1 ano. 3. Regime de atividade O trabalho decorrerá em regime de dedicação exclusiva, conforme estabelecido no Estatuto do Bolseiro de Investigação, aprovado pela Lei nº 40/2004, de 18 de agosto, alterado e republicado em anexo ao Decreto lei nº 202/2012, de 27 de agosto, e com as alterações introduzidas pela Lei nº 12/2013, de 29 de janeiro, e pelo Decreto-Lei nº 89/2013, de 9 de julho, e no artigo 31º do Regulamento das Bolsas LNEC de Investigação Científica. 4. Objeto de atividade O bolseiro participará em atividades do tipo referido no n.º 1 do artigo 9º do citado regulamento, no âmbito das áreas científicas a que se destina a bolsa. O bolseiro irá participar em diversos projetos em curso no LNEC e, em particular, no projeto SINERGEA - Sistema inteligente para apoio ao uso eficiente de recursos e à gestão de emergências de inundação e de contaminação balnear em cidades costeiras, LISBOA-FEDER-, através do Aviso 03/SI/2017 - SI&DT Empresarial (Copromoção) do Programa Interface. 5. Local de trabalho As atividades inseridas no âmbito da bolsa serão realizadas nas instalações do LNEC, na Av. do Brasil, em Lisboa, sem prejuízo de eventuais deslocações temporárias no país ou no estrangeiro. 6. Perfil dos candidatos Poderão candidatar-se mestres em Engenharia Informática, Informática, Ciências da Computação ou em áreas científicas afins com classificação não inferior a 14 valores. 7. Orientação científica A orientação das atividades será assegurada por um Investigador do LNEC. 8. Subsídio mensal de manutenção A bolsa compreende um subsídio mensal de manutenção no montante de ? 1.260,00 e um subsídio diário de alimentação no montante de ? 4,77. O bolseiro beneficia ainda de um regime próprio de segurança social e de um seguro contra acidentes pessoais nas atividades desenvolvidas. 9. Métodos e critérios de seleção De acordo com o regulamento das Bolsas LNEC de Investigação Científica, os métodos de seleção basear-se-ão na avaliação curricular e na entrevista de seleção; os critérios de seleção serão o mérito científico e a motivação demonstrados no decurso da aplicação dos métodos de seleção. O júri poderá não atribuir a bolsa se a qualidade dos candidatos for inferior à requerida. 10. Composição do júri de seleção O júri de seleção será constituído pelos seguintes elementos: Presidente: Carlos Alberto de Brito Pina, investigador coordenador. Vogais: Maria do Rosário da Silva veiga, investigadora principal com habilitação. Teresa Barbosa Eira Leitão de Lobo Ferreira, investigadora principal com habilitação. 11. Documentos de candidatura - Carta de motivação (máximo: uma página A4). - Certificados comprovativos da habilitação académica requerida neste concurso, com indicação da classificação obtida em cada ciclo de formação e da classificação obtida na dissertação de mestrado. Devem sempre ser apresentados os certificados das habilitações académicas exigidas neste concurso (ou sua fotocópia), mesmo se os candidatos possuírem habilitações superiores. - Curriculum Vitae detalhado. - Formulário de candidatura (obtido online - área de Recrutamento) ou solicitado ao LNEC (DSRHL/DIGP) no horário de expediente: 9:00 ? 12:30, 14:00 ? 17:30h). - Documentos adicionais (com caráter facultativo), tais como cartas de referência e documentos comprovativos de estágios ou cursos complementares realizados, considerados relevantes para as atividades previstas na bolsa. 12. Receção das candidaturas O período de candidaturas decorrerá entre 17 de maio a 14 de junho de 2019. 13. Formalização de candidaturas As candidaturas deverão obrigatoriamente ser entregues em envelope fechado, devidamente identificado como ?Concurso para atribuição de uma bolsa LNEC de Iniciação à Investigação na área científica de Sistemas de Informação?, diretamente no Laboratório Nacional de Engenharia Civil, no Setor de Arquivo e Expediente Geral, sito na Avenida do Brasil, 101, 1700-066 Lisboa, ou enviadas por correio registado para o mesmo endereço postal, nas mesmas condições, devendo neste caso ser expedidas até ao termo do prazo fixado nos termos deste aviso contando para efeitos do cumprimento do prazo a data do carimbo dos CTT. Podem ainda ser enviadas por correio eletrónico até ao prazo limite para: recrutamentoarrobalnec.pt. 14. Notificação dos resultados Os resultados finais de cada fase de avaliação serão publicitados, através de lista ordenada por nota final obtida, sendo todos os candidatos notificados por via eletrónica. Os mesmos resultados serão ainda divulgados na página eletrónica do LNEC / área de Recrutamento. 15. Informações Qualquer informação complementar poderá ser solicitada através do telefone 218 443 892 ou 218 443 216 ou por correio eletrónico para o endereço referido em 13. Candidatos não residentes em Portugal poderão também encontrar informações úteis no portal ERAcareers.

Vagas de Bolsa LNEC de Iniciação à Investigação na área científica de Sistemas de Informação


Lisboa, Lisboa (pt)

Nova School of Business and Economics

Anunciado no site Trabajando.com.br - Encontra-se aberto concurso para a atribuição de uma Bolsa de Pós-Doutoramento no âmbito Encontra-se aberto concurso para a atribuição de uma Bolsa de Pós-Doutoramento no âmbito do projecto de investigação ?Limites e oportunidades para o papel dos doentes no sistema de saúde ? lições do sector do medicamento?, PTDC/IIM-ECO/6170/2014, financiado por Fundação para a Ciência e Tecnologia, nas seguintes condições: Área Científica: Economia Requisitos de admissão: ? Doutoramento em Economia; ? Excelentes conhecimentos de inglês (fator eliminatório); ? Valoriza-se experiência de investigação em gestão da saúde. Plano de trabalhos: Escrita de artigo científico sobre adesão à terapêutica de medicamentos prescritos e sobre papel do conceito de ?autenticidade? em contexto de auto-medicação. Legislação e regulamentação aplicável: Estatuto do bolseiro de investigação científica, aprovado pela Lei nº 40/2004, de 18 de agosto, alterado e republicado pelo Decreto-Lei nº 202/2012, de 27 de agosto, alterado ainda pelo Decreto ? Lei nº 233/2012, de 29 de outubro, pela Lei nº 12/2013, de 29 de janeiro, e pelo Decreto-Lei nº 89/2013, de 9 de julho. Regulamento de bolsas de investigação científica da Nova SBE aprovado pela Fundação para a Ciência e Tecnologia pelo despacho de 16 de abril de 2014 e Regulamento de Bolsas de Investigação da Fundação para a Ciência e a Tecnologia (FCT). Local de trabalho: O trabalho será desenvolvido na Nova School of Business and Economics, sob a orientação científica do Professor Doutor Pedro Pita Barros. Duração da bolsa: A bolsa terá a duração de cinco meses, com início previsto para Maio de 2019. O contrato de bolsa poderá ser eventualmente renovado até o fim do projeto. Valor do subsídio de manutenção mensal: O montante da bolsa corresponde a ?1509,80, conforme tabela de valores das bolsas atribuídas directamente pela FCT, I.P. no País. Métodos de selecção: Os métodos de selecção a utilizar serão os seguintes: Avaliação Curricular (70%) Experiência profissional de investigação científica (30%) Composição do Júri de Selecção: Pedro Pita Barros ? Presidente (Professor Catedrático) Susana Peralta ? Vogal Efetivo (Professora Associada) Steffen Hoernig ? Vogal Efetivo (Professor Associado) Luís Catela Nunes ? Vogal Suplente (Professor Catedrático) Miguel Pina e Cunha ? Vogal Suplente (Professor Catedrático) Forma de notificação dos resultados: Todos os candidatos serão notificados através de email do Resultado Final da Avaliação. Prazo de candidatura e forma de apresentação das candidaturas: O concurso encontra-se aberto no período de 16 de Abril a 2 de Maio de 2019. As candidaturas devem ser formalizadas via email incluindo obrigatoriamente a referência Nova SBE/BPD/2019/03 no assunto, devendo ser acompanhado dos seguintes documentos: 1. Curriculum Vitae, detalhado do(a) candidato(a); 2. Documentos comprovativos de que o(a) candidato(a) reúne as condições exigíveis para atribuição da bolsa, nomeadamente cópia dos certificados de habilitações de todos os grau académicos obtidos, com nota final; 3. Para os graus académicos conferidos por instituição de ensino superior estrangeira é obrigatória a apresentação do registo do reconhecimento do grau académico e da conversão de classificação final para a escala portuguesa (processo regulado pelo Decreto-Lei n.º 341/2007, de 12 de outubro), ou em alternativa, a obtenção de equivalência/ reconhecimento dos graus académicos (processo regulado pelo Decreto-Lei n.º 283/83, de 21 de junho);

Vagas de Bolsa de Pós-Doutoramento


Lisboa, Lisboa (pt)

Nova School of Business and Economics

Anunciado no site Trabajando.com.br - Encontra-se aberto concurso para a atribuição de uma Bolsa de Investigação para Licenciado Encontra-se aberto concurso para a atribuição de uma Bolsa de Investigação para Licenciado no âmbito do projecto de investigação ?Limites e oportunidades para o papel dos doentes no sistema de saúde ? lições do sector do medicamento?, PTDC/IIM-ECO/6170/2014, financiado por Fundação para a Ciência e Tecnologia, nas seguintes condições: Área Científica: Economia Requisitos de admissão: ? Licenciatura em Economia; ? Excelentes conhecimentos de inglês (fator eliminatório); ? Valoriza-se experiência de investigação em gestão da saúde. Plano de trabalhos: Revisão de literatura sobre papel do conceito de ?autenticidade? em contexto de auto-medicação. Legislação e regulamentação aplicável: Estatuto do bolseiro de investigação científica, aprovado pela Lei nº 40/2004, de 18 de agosto, alterado e republicado pelo Decreto-Lei nº 202/2012, de 27 de agosto, alterado ainda pelo Decreto ? Lei nº 233/2012, de 29 de outubro, pela Lei nº 12/2013, de 29 de janeiro, e pelo Decreto-Lei nº 89/2013, de 9 de julho. Regulamento de bolsas de investigação científica da Nova SBE aprovado pela Fundação para a Ciência e Tecnologia pelo despacho de 16 de abril de 2014 e Regulamento de Bolsas de Investigação da Fundação para a Ciência e a Tecnologia (FCT). Local de trabalho: O trabalho será desenvolvido na Nova School of Business and Economics, sob a orientação científica do Professor Doutor Pedro Pita Barros. Duração da bolsa: A bolsa terá a duração de cinco meses, com início previsto para Maio de 2019. O contrato de bolsa poderá ser eventualmente renovado até o fim do projeto. Valor do subsídio de manutenção mensal: O montante da bolsa corresponde a ?752,38, conforme tabela de valores das bolsas atribuídas directamente pela FCT, I.P. no País. Métodos de selecção: Os métodos de selecção a utilizar serão os seguintes: Avaliação Curricular (70%) Experiência profissional de investigação científica (30%) Composição do Júri de Selecção: Pedro Pita Barros ? Presidente (Professor Catedrático) Susana Peralta ? Vogal Efetivo (Professora Associada) Steffen Hoernig ? Vogal Efetivo (Professor Associado) Luís Catela Nunes ? Vogal Suplente (Professor Catedrático) Miguel Pina e Cunha ? Vogal Suplente (Professor Catedrático) Forma de notificação dos resultados: Todos os candidatos serão notificados através de email do Resultado Final da Avaliação. Prazo de candidatura e forma de apresentação das candidaturas: O concurso encontra-se aberto no período de 16 de Abril a 2 de Maio de 2019. As candidaturas devem ser formalizadas via email incluindo obrigatoriamente a referência Nova SBE/BI/2019/01 no assunto, devendo ser acompanhado dos seguintes documentos: 1. Curriculum Vitae, detalhado do(a) candidato(a); 2. Documentos comprovativos de que o(a) candidato(a) reúne as condições exigíveis para atribuição da bolsa, nomeadamente cópia dos certificados de habilitações de todos os grau académicos obtidos, com nota final; 3. Para os graus académicos conferidos por instituição de ensino superior estrangeira é obrigatória a apresentação do registo do reconhecimento do grau académico e da conversão de classificação final para a escala portuguesa (processo regulado pelo Decreto-Lei n.º 341/2007, de 12 de outubro), ou em alternativa, a obtenção de equivalência/ reconhecimento dos graus académicos (processo regulado pelo Decreto-Lei n.º 283/83, de 21 de junho)

Vagas de Bolsa de Investigação para Licenciado


Lisboa, Lisboa (pt)

Laboratório Nacional de Engenharia Civil, I.P.

Anunciado no site Trabajando.com.br - inequívoca da referência ao concurso a que se candidata, acompanhado dos seguintes documentos: - Curriculum AVISO PROCEDIMENTO CONCURSAL DE ÂMBITO INTERNACIONAL PARA CONTRATAÇÃO DE DOUTORADOS 1 ? Nos termos do disposto nos artigos 4º e 11º do Decreto-Lei n.º 57/2016, de 29 de agosto, alterado pela Lei nº 57/2017, de 19 de julho, torna-se público que por deliberação do Conselho Diretivo do Laboratório Nacional de Engenharia Civil, I.P. (LNEC, I.P), de 2018-03-06, foi autorizada a abertura, pelo prazo de 30 dias úteis, de procedimento concursal de seleção internacional com vista ao recrutamento de três doutorados, em regime de contrato de trabalho em funções públicas a termo resolutivo certo, por um período de três anos, eventualmente renovável por períodos de um ano até à duração máxima de seis anos, para o exercício de atividades de investigação científica, de desenvolvimento tecnológico, de gestão e comunicação de ciência e tecnologia, no âmbito dos seguintes projetos: Referência A - ?MOSAIC ? Análise do risco de inundação costeira a partir de múltiplas fontes para comunidades seguras e desenvolvimento sustentável? ? PTDC/CTA-AMB/28909/2017, financiado por receitas do Orçamento de Estado. Referência B - ?BSafe4Sea ? Controlo de segurança de quebra-mares através da análise de um sistema de previsão e apoio à decisão? ? PTDC/ECI-ECG/31090/2017, financiado por receitas do Orçamento de Estado. Referência C - ?To-Sealert ? Wave overtopping and flooding in coastal and port areas: tools for an early warning, emergency and risk management system? ? PTDC/EAM-OCE/31207/2017, financiado por receitas do Orçamento de Estado. 2 ? Legislação aplicável Decreto-Lei nº 57/2016, alterado pela Lei nº 57/2016 de 19 de julho. Lei Geral do Trabalho em Funções Públicas (LTFP) aprovada em anexo à Lei nº 35/2014, de 20 de junho, na sua atual redação. Decreto Regulamentar n.º 11-A/2017, de 29 de dezembro. O presente procedimento concursal está abrangido pela dispensa das formalidades referidas no artigo 16º do Decreto-Lei nº 57/2016. 3 ? Os júris, nomeados por deliberação de 2019-03-06 do Conselho Diretivo do LNEC, IP, têm a seguinte constituição: Referência A: Presidente: Investigador coordenador Carlos Alberto de Brito Pina, Presidente do Conselho Diretivo do LNEC; Vogais: José Antero Senra Vieira de Lemos, investigador coordenador do LNEC; André Bustorff Fortunato, investigador principal com habilitação do LNEC; Paula Maria Santos Freire, investigadora auxiliar do LNEC. Referência B: Presidente: Investigador coordenador Carlos Alberto de Brito Pina, Presidente do Conselho Diretivo do LNEC; Vogais: João Paulo Bilé Serra, investigador principal do LNEC; Conceição Juana Espinosa Morais Fortes, investigadora principal do LNEC; Maria Teresa Leal Gonsalves Veloso dos Reis, investigadora auxiliar do LNEC. Referência C: Presidente: Investigador coordenador Carlos Alberto de Brito Pina, Presidente do Conselho Diretivo do LNEC; Vogais: Maria Alzira Barata Antunes Santos, investigadora coordenadora do LNEC; Conceição Juana Espinosa Morais Fortes, investigadora principal do LNEC; Rui Jorge Pereira Capitão, investigador auxiliar do LNEC. 4 ? Os doutorados a contratar desenvolverão as suas atividades no Departamento de Hidráulica e Ambiente, Núcleo de Estuários e Zonas Costeiras e Núcleo de Portos e Estruturas Marítimas, na Avenida do Brasil, n.º 101, 1700-066 Lisboa, sem prejuízo de poderem ser exercidas também noutras unidades orgânicas e de deslocações temporárias no país ou estrangeiro durante a vigência do contrato. 5 ? A remuneração mensal a atribuir é a correspondente ao nível inicial e à posição remuneratória 33 da tabela remuneratória única, aprovada pela Portaria nº 1553-C/2008, de 31 de dezembro, no valor de ? 2.128,34. 6 ? Atividade a desenvolver: Referência A: Desenvolvimento de um sistema de previsão da circulação, agitação marítima, erosão e galgamento costeiro. Em particular, será responsável por, em articulação com outros investigadores do LNEC: ? Aplicar e validar um modelo acoplado de circulação e agitação marítima (SCHISM-WWM) aos casos de estudo; ? Aplicar e validar um modelo morfodinâmico de pequena escala (XBEACH) aos casos de estudo; ? Implementar um sistema de assimilação de dados de satélite num modelo morfodinâmico; ? Apoiar a implementação de modelos num sistema operacional. Referência B: Participação nas tarefas de desenvolvimento, aplicação e teste de metodologias de previsão do comportamento estrutural de obras portuárias que serão a base de um sistema de apoio à decisão para o planeamento e priorização de trabalhos de manutenção/reparação. Referência C: Implementação e validação de um conjunto de metodologias no sistema To-SEAlert com vista ao melhoramento da previsão, alerta, planeamento da emergência e a gestão do risco de zonas portuárias e costeiras em situações de galgamento e inundação. O candidato selecionado desenvolverá a sua atividade com foco nas seguintes tarefas: ? Utilização de imagens de satélite para a caraterização das ondas e das áreas inundadas ? Implementação de sistemas de vídeo-monitorização para observação em tempo real e caraterização de ondas, galgamentos e áreas inundadas ? Realização de ensaios em modelos físicos para a validação dos modelos numéricos ? Aplicação dos modelos numéricos SWASH e XBEACH para a simulação do galgamento e da inundação ? Desenvolvimento de metodologias quantitativas de avaliação do risco e estabelecimento de planos de emergência. ? Aplicação do sistema aos casos de testes reais, nos portos da Ericeira e na zona da Costa da Caparica, para validação do sistema como um todo. 7 ? Requisitos de admissão 7.1 - Requisitos gerais - A este procedimento concursal podem candidatar-se indivíduos nacionais, estrangeiros ou apátridas que sejam titulares de grau de doutor em Engenharia Costeira e Portuária, Hidráulica Marítima, Oceanografia ou áreas científicas afins e detentores de currículo científico (e profissional) adequado às atividades a desenvolver. 7.2 - Requisitos especiais: Referência A: ? Experiência em desenvolvimento ou aplicação de modelos numéricos para o estudo de processos físicos costeiros (hidrodinâmica e morfodinâmica), preferencialmente em ambientes computacionais de elevado desempenho (clusters). Fluência em Inglês e Português falado e escrito. Referência B: ? Experiência em desenvolvimento ou aplicação de modelos numéricos para o estudo de processos físicos costeiros (hidrodinâmica e interação onda-estrutura), experiência em modelação física de estruturas marítimas (especificamente análise do comportamento estrutural para cenários de alterações climáticas). ? Experiência em análise de risco (com conhecimentos na aplicação das Recomendações para Obras Marítimas e Portuárias ? programa ROM). Referência C: ? Experiência na aplicação de modelos numéricos para o estudo de processos físicos costeiros (hidrodinâmica e interação onda-estrutura) ? Experiência no desenvolvimento de sistemas de alerta e previsão de risco de inundação em zonas costeiras e portuárias. ? Experiência em modelação física de estruturas marítimas e análise de risco. ? Sólida formação em Hidráulica Marítima, programação Phyton e ambiente WebSig e Sistemas de Informação Geográfica. 8 ? A seleção dos candidatos realiza-se através da avaliação do percurso científico e curricular de acordo com o estabelecido no artigo 5º do Decreto-Lei nº 57/2016. 9 - A indicação dos métodos de seleção, suas ponderações e sistema de classificação constam da ata nº 1 das reuniões dos respetivos júris. 10 ? Os processos de avaliação podem incluir uma entrevista ou uma sessão de apresentação ou demonstração pública pelos candidatos, ou por uma parte dos candidatos a selecionar pelo júri, dos resultados da sua investigação. 11 ? O sistema de classificação final dos candidatos é expresso numa escala de 0 a 20 valores considerando-se a valoração até às centésimas. 12 ? O júri delibera através de votação nominal fundamentada de acordo com os critérios de seleção adotados e divulgados, não sendo permitidas abstenções. 13 ? Das reuniões do júri são lavradas atas que contêm um resumo do que nelas houver ocorrido, bem como os votos emitidos por cada um dos membros e respetiva fundamentação, sendo facultadas aos candidatos sempre que o solicitarem. 14 ? Após a conclusão da aplicação dos critérios de seleção, o júri procede à elaboração da lista ordenada dos candidatos aprovados com a respetiva classificação. 15 ? A deliberação final do júri é homologada pelo Conselho Diretivo do LNEC, IP, ao qual compete também decidir sobre a contratação. 16- Formalização das candidaturas A formalização das candidaturas é efetuada através do formulário de candidatura aprovado pelo Despacho n.º 11321/2009, de 29 de abril, publicado no Diário da República, 2.ª série, n.º 89, de 8 de maio de 2009, disponível no site do LNEC / área de Recrutamento, devidamente preenchido, com indicação inequívoca da referência ao concurso a que se candidata, acompanhado dos seguintes documentos: - Curriculum vitae; - Fotocópia de documentos comprovativos das habilitações académicas e profissionais. Os candidatos que tenham obtido a habilitação académica exigida neste concurso em universidades estrangeiras, deverão apresentar documento comprovativo do reconhecimento desse grau aos concedidos pelas universidades portuguesas nos termos do Decreto-Lei n.º 66/2018, de 16 de agosto, e da Portaria nº 33/2019, de 25 de janeiro; ? Outros documentos relevantes para apreciação da candidatura. As candidaturas podem ser remetidas através de correio registado, com aviso de receção, para o endereço do LNEC, I.P., Avenida do Brasil, n.º 101, 1700-066 Lisboa, relevando como data de entrega a data do respetivo registo, com a indicação exterior ?Procedimento concursal para recrutamento de um doutorado no âmbito do projeto: Referência A - ?MOSAIC ? Análise do risco de inundação costeira a partir de múltiplas fontes para comunidades seguras e desenvolvimento sustententável? ? PTDC/CTA-AMB/28909/2017?. ou Referência B - ?BSafe4Sea ? Controlo de segurança de quebra-mares através da análise de um sistema de previsão e apoio à decisão? ? PTDC/ECI-ECG/31090/2017?. ou Referência C - ?To-Sealert ? Wave overtopping and flooding in coastal and port areas: tools for na early warning, emergency and risk management system? ? PTDC/EAM-OCE/31207/2017. Poderão também ser entregues pessoalmente no Setor de Arquivo e Expediente Geral do LNEC, no mesmo endereço, no período compreendido entre as 9:00 e as 12:30 e entre as 14:00 e as 17:30. Poderão igualmente ser aceites candidaturas enviadas pelo correio eletrónico até ao termo do prazo, para o seguinte endereço recrutamentoarrobalnec.pt. 18 ? São excluídos da admissão ao procedimento concursal os candidatos que formalizem incorretamente a sua candidatura ou que não comprovem os requisitos exigidos neste concurso. Assiste ao júri a faculdade de exigir a qualquer candidato, em caso de dúvida, a apresentação de documentos comprovativos das suas declarações. 19 ? As falsas declarações prestadas pelos candidatos são puníveis nos termos da lei. 20 ? A lista de candidatos admitidos e excluídos bem como a lista de classificação final são afixados nas instalações do LNEC e publicitados na sua página eletrónica, sendo os candidatos notificados por correio eletrónico. 21 ? Audiência prévia e prazo para a decisão final: nos termos do artigo 121º do Código do Procedimento Administrativo, após notificados, os candidatos têm 10 dias úteis para se pronunciar. Num prazo de 90 dias, contados a partir da data limite de apresentação das candidaturas, são proferidas as decisões finais do júri. 22 ? Política de não descriminação e igualdade de acesso: O LNEC promove ativamente uma politica de não descriminação e de igualdade de acesso, pelo que nenhum candidato pode ser privilegiado, prejudicado ou privado de qualquer direito ou isento de qualquer dever em razão, nomeadamente de ascendência, idade, sexo, orientação sexual, estado civil, situação familiar ou económica, instrução ou condição social, património genético, capacidade de trabalho reduzida, deficiência, doença crónica, nacionalidade, origem étnica ou raça, território de origem, religião, convicções politicas ou ideológicas e filiação sindical. 23 ? Nos termos do Decreto-Lei nº 29/2001, de 3 de fevereiro, o candidato com deficiência tem preferência em igualdade de classificação, a qual prevalece sobre qualquer outra preferência legal. Os candidatos devem declarar no formulário de candidatura, sob compromisso de honra, o respetivo grau de incapacidade, o tipo de deficiência e os meios de comunicação/expressão a utilizar no processo de seleção, nos termos daquele diploma. 24 ? O presente aviso é publicitado no Diário da República, na Bolsa de Emprego Público, no portal ERAcareers (português e inglês) e na página eletrónica do LNEC / área de Recrutamento (português e inglês).

Vagas de Procedimento concursal de seleção internacional com vista ao recrutamento de três doutorados para o exercício de atividades de investigação científica, de desenvolvimento tecnológico, de gestão e comunicação de ciência e tecnologia

Publicidade
Os anúncios acima são o resultado da busca por:

Vagas de Emprego Concursos

  Avaliação: 3.0 de 5
baseado em 2 interações.


Empresa: BE.GREAT Consulting Lda.Categoria: Comercial / VendasZona: LisboaData: 17-5-2019Descrição: O nosso cliente é uma empresa de referência na área da Distribuição de Material e Reagentes de Laboratório. Pretende reforçar a sua equipa e recrutar um Técnico de Contratos Públicos para Loures. A reportar à Direção Comercial, terá como princip... 1 - Concursos para recrutamento de investigadores auxiliares ? Nos termos do disposto no n.º 5 do artigo 140.º do Decreto-Lei n.º 33/2018, de 15 de maio, e da publicação da deliberação (extrato) n.º 282/2019 no Diário da República, II Série, n.º 52, de 2019-03-14, de nomeação e com a composição dos respetivos júris, torna-se público que por deliberação do Conselho Diretivo do LNEC, I.P., de 2018-11-30, foi autorizada a abertura, pelo prazo de 30 dias úteis, de cinco concursos externos, de seleção internacional, para recrutamento de cinco investigadores auxiliares, em regime de contrato de trabalho em funções públicas por tempo determinado, do mapa de pessoal deste Laboratório Nacional, pelo período de um ano, eventualmente renovável até ao limite de 3 anos, visando o preenchimento de um posto de trabalho em cada concurso nas seguintes áreas científicas: ? Estradas, Caminhos de Ferro e Aeródromos (1 posto de trabalho); ? Estruturas (1 posto de trabalho); ? Mecânica dos Solos (1 posto de trabalho) ? Hidráulica Marítima (1 posto...